Skip to Content

Automação de processos: qual é o estágio de evolução das empresas brasileiras?

O rombo econômico de 2020 resultou na necessidade de alternativas mais humanizadas pelas empresas. As instituições estão cada vez mais atentas ao impacto que têm no mundo e isso gera reflexos diretos no mercado. Confira qual é o estágio de evolução das empresas brasileiras.

Não é de hoje que organizações brasileiras passam por momentos de altos e baixos. Por mais que gestores nacionais sejam abertos às novas tecnologias, a busca por resultados em curto a médio prazo é pertinente. A atual crise financeira que o Brasil vem enfrentando nesta última década e se intensificou ainda mais com a pandemia causada pelo COVID-19, forçou empresas a implementarem soluções baseadas em inovações estratégicas para suprir a crise de demanda.

O rombo econômico resultou em alternativas mais humanizadas, ou seja, instituições estão cada vez mais atentas ao impacto que têm no mundo.  Parte das empresas passaram a trabalhar com o modelo de stakeholder, ou seja, estão buscando gerar valor para todos os envolvidos em suas atividades, tendo o lucro como consequência de uma gestão equilibrada e responsável. Em contrapartida, outras organizações priorizaram soluções com o modelo de shareholder, onde o retorno ao acionista é o grande mediador das ações e decisões dos gestores.

Grandes empresas, como a Natura, por exemplo, vêm estimulando seus clientes e parceiros a fazer ações solidárias e fortalecendo o papel de valores construtivos que o setor corporativo cada vez mais toma pra si. Sendo assim, o grau de exigência e interatividade entre empresa e fornecedor está cada vez maior.

Com o Supply Chain Collaboration, a SAP Ariba busca conectá-los com objetivo de manter toda a cadeia de suprimentos funcionando mesmo diante da crise. A plataforma permite analisar se os fornecedores estão com estoque suficiente, além de permitir que o cliente fique monitorando em tempo real e estabelecer a melhor correspondência entre compradores e fornecedores qualificados em todo o mundo.

Com tecnologias focadas em auxiliar empresas a desenvolver mais os negócios, é preciso estar preparado e atuar de acordo com valores e princípios compartilhados por toda a sociedade. A tendência é que o capitalismo de stakeholder ganhe força e que o foco das organizações vá existir além do lucro. A SAP Ariba afirma que instituições que já começaram a adotar este propósito, estão mais preparadas e consequentemente, ganharão vantagem competitiva dentro do mercado.

Insights de Negócios